Lest We Forget

Hoje (25), a Austrália e a Nova Zelândia celebram o dia de ANZAC.
Todos os anos, a data lembra a morte de dezenas de milhares de soldados do ANZAC (Forças Armadas da Austrália e Nova Zelândia), na batalha de Gallipoli, na Turquia, durante a I Guerra Mundial.

Como foi a batalha de Gallipoli
Em 1915, tropas da Austrália e a Nova Zelândia fizeram parte de uma expedição que pretendia capturar Galipolli, na Turquia. Aliados à Tríplice Entente (UK, França e Império Russo), queriam abrir caminho para o Mar Negro e capturar Istambul, capital do Império Otomano, aliado da Alemanha.

Em 25 de abril deste ano, as forças de ANZAC desembarcaram em Galipolli. A previsão era de que a batalha fosse rápida e certeira. Mas aconteceu o pior: foram oito meses de conflitos. No final de 1915, as tropas australianas e neozelandesas foram obrigadas a se retirar de Gallipoli.

Resultado: 21.255 mortos do Reino Unido, 10 mil da França, 8.709 da Austrália, quase três mil na Nova Zelândiaa e 1358 da Índia britânica.

O desembarque dos soldados sobreviventes na Austrália e na Nova Zelândia causaram um forte impacto nos cidadãos. 25 de abril tornou-se a celebração dos soldados que se sacrificaram e morreram na guerra. Alguns dos combatentes tinham apenas 16 anos de idade.

As nações consideram que os soldados estavam defendendo sua soberania. O que mais se ouve por lá é que o espírito de coragem e bravura dos ANZACS devem ser passados para as futuras gerações, e assim a celebração se torna sempre importante e marcante.

Paradas, desfiles e biscoitinhos
Os neozelandeses e australianos mostram muito orgulho e sentimento em relação aos soldados de ANZAC.  Eles realizam caminhadas e paradas pelas ruas. Sempre em celebração, nunca em comemoração, como costumam dizer.


Veteranos das forças armadas são aclamados e as crianças crescem com esse orgulho. Bonito!



“Lest we forget” – Para não esquecer
Um poema marca o sentimento dos neozelandeses e australianos (traduzido):

“Eles não devem envelhecer, como nós que ficamos para envelhecer:
Não estão cansados da idade e nem os anos podem marcá-los.
Ao pôr-do-sol, e na parte da manhã
Vamos recordá-los.
Para que não esqueçamos”.

Os biscoitinhos de ANZAC

Os bcookies de ANZAC são biscoitos doces muito populares na Austrália e na Nova Zelândia. Feito com aveia em flocos, coco, farinha, açúcar, manteiga, xarope, água e bicarbonato de sódio.

Eles levam este nome porque eram enviados aos soldados porque não estragam com facilidade.


Até mais!

Advertisements

Sobre worldstudyvitoria

Fale a língua do mundo. Fale com quem mais entende de intercâmbio!
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s